0 Item
(67) 3026-2848

Salmos 119:130

JFA-RC(Br): A exposição das tuas palavras dá luz e dá entendimento aos símplices.
NVI(Br): A explicação das tuas palavras ilumina e dá discernimento aos inexperientes.

Um dos maiores problemas da igreja contemporânea Brasileira tem sido a não compreensão fiel da Palavra de Deus. Digo isso porque é gritante a deficiência do povo de Deus no que diz respeito ao saber e viver Bíblico.

Segundo o doutor em teologia José Roberto Chagas, citando esta problemática diz que, “crer” em Deus, no Brasil, definitivamente não é sinônimo de conhece-lo biblicamente…[1].

A partir disso, acredito que a aquisição do conhecimento bíblico da comunidade evangélica atual tem sido superficial, distorcido e manipulado pelos pregadores sensacionalistas. Os tais apelam para técnicas inovadoras que bajulam o público, mas não produz nenhuma transformação relevante. Usam encontros festivos, mas nada de exposição bíblica, aliás, é uma imposição de conceitos pessoais, que se fala de tudo menos da Bíblia. Usam uma hermenêutica própria e falida, e ainda atribuem as pseudo-revelações ao Espírito Santo. Ledo engano!

Agindo assim, o povo perece por falta de conhecimento, pratica uma fé fraca e uma devoção falha que resulta somente de testemunho de decepções e tristezas.

David Eby comentando John MacArthur diz:

A verdade é que ninguém pode seguir uma estratégia orientada por marketing e permanecer fiel as Escrituras…Afinal de contas, as nossas anedotas, aplicações, técnicas, brincadeiras, títulos atraentes, esboços talentosos ou outros artifícios não são “o poder de Deus para a salvação” (Rm1:16); o poder de Deus é o evangelho.[2]
Por Rafael Batista
 
Referências:
[1] CHAGAS, J. R. O. Curso de capacitação teológica, Kenosis Editora, 2011, p. 52.
[2] EBY, D. Pregação poderosa para o crescimento da igreja. Editora Cadeia, 2001, p. 89.